Morte

Por que perder alguém dói tanto?

Por que me humilha, morte dolorosa e sem coração?

arranca de meu peito a felicidade que me foi tão difícil de conquistar.

Acabas com minha alma, tirando de meus braços a criança, que por mim foi tão amada.

Como pode mata-la sem dó nem compaixão e por final, ainda rir de minha desgraça?

Não sabes o que é amor, nem a dor da partida!

Pois o amor transformas em solidão e a partida, planeja desde sua criação.

Não tens pena de alguém que morre tendo a certeza de que é inocente?

Tu possui o dom de dar a vida e de tira-la.

Então, por que tanto prazer em matar e ver alguém se desfazendo com prantos silenciosos.

(Julio Cesar Nunes de Oliveira)

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: