Entardecer

Em quanto caminho em meu fim de jornada, teus olhos fecham a minha esquerda, uma mistura de cores ecoa no espaço, desenhando uma obra de arte a cada dia e eu maravilhado com tal beleza, mesmo rodeado de agasalho devido ao frio, sinto a omnipotência do teu ultimo brilho antes de dispersar uma cadeia sem fim de estrelas, tão lindas quanto um sorriso, pois agora é fim de dia!

(Julio Cesar Nunes de Oliveira)

 

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: