O homem dá nomes a seus pensamentos  inconcretos  e atos virtuosos, tomado pela preguiça, torna o plural, singular e lhe dá vida, de forma que, seja  entidade ou  Deus.

 

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: