A perda independente da idade, é algo que marca, pois depende inteiramente da intensidade que cada um dá a presença do que se foi.

Aquilo que não se tem, não se sente falta, em contra partida aquilo que sempre se teve, é de difícil assimilação e principalmente de difícil aceitação, a dor da partida é inevitável e como de costume, vem quando menos esperamos.

 

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: