O amor verdadeiro não possui distinção, você pode amar, sua mãe, seus filhos, seus amigos, até desconhecidos, pode amar alguém.
Quem ama não escolhe a quem, acontece voluntariamente sem que seja percebido.
Amar alguém não é um contrato que se cumprido é obtido aquilo que deseja, amar alguém é se ver fazendo algo de bom grado, que em circunstancias diferentes não faria.
Para amar não devem haver trocas, se tudo acontece naturalmente, de espontânea vontade, então aí sim existe reciprocidade.

 

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: