Arquivo do Autor

De volta

Posted in Poemas e versos on 08/07/2019 by oiluj8

Faça de teus lábios meus olhos e cante aquilo que não consigo fazer.

Que cada gota derramada seja dita, assim como eu costumava dizer.

Me faça lembrar da dor que sentia e não conseguia controlar.

Silenciosamente meus olhos gritam, mas não conseguem mais falar.

Preciso sentir novamente o que a dor me fez abdicar.

Abra meus olhos novamente, não consigo sem você.

Cansei de sorrisos ardentes, cansei de tentar entender.

Meus olhos suplicam a tua voz, então, apenas cante.

Posted in De mim para mim on 22/06/2019 by oiluj8

A maior mentira que alguém pode contar, é a verdade que ninguém além dele mesmo acredita.

O preconceito infere qualidades e ou defeitos que não existem, ainda que quem os recebeu negue, sua versão quase sempre será a menos ouvida.

Posted in Aleatórios, De mim para mim on 08/06/2019 by oiluj8

A humanidade se engana ao procurar a verdade ao invés de apenas criar a partir do criado. As ciências podem ser apenas interpretações, mas foi a partir delas que criamos várias coisas úteis, essas são nossas versões da verdade.

Posted in De mim para mim on 18/05/2019 by oiluj8

O conhecimento é uma ferramenta para facilitar o convívio com o meio e ou objeto de estudo e não uma fábrica de verdades absolutas, o que temos são apenas interpretações.

Posted in De mim para mim on 18/05/2019 by oiluj8

Se nada é certo e vivemos de interpretações do nosso meio, será tão difícil entender que somos animais criativos e por vezes tendemos a acreditar no que criamos, ainda que só exista no papel?

Posted in De mim para mim on 18/05/2019 by oiluj8

Somos animais criativos e curiosos, a curiosidade nos ajuda a conviver com o meio em suposta harmonia, enquanto que a criatividade nos distancia do meio e nos prende em um mundo inexistente.

Vivemos em uma selva de pedras e a cada dia nos vemos mais e mais distantes de nossas origens naturais.

Assim como não devemos nos limitar á caverna, a selva de pedras não deve ser mais do que aquilo que é, apenas uma moradia, permita-se permitir.

Posted in Aleatórios, Textos on 12/05/2019 by oiluj8

Com a necessidade de viver em sociedade para sobreviver, acabamos criando prisões particulares e se não for exagero demasiado, criamos um mundo apático só nosso.

Quando queremos sair, vamos ao clube, pousada, praia, resort, etc, simplesmente não nos utilizamos diretamente da natureza, a mesma se tornou um plano de fundo.

Tudo que não fizer parte desse padrão de mundo criado por nós, acaba sendo julgado injustamente, simplesmente as pessoas se esqueceram de onde viemos. Queríamos facilitar nossas vidas e acabamos criando um mundo cruel e vicioso, o qual não conseguimos mais sair.

Posted in Aleatórios on 07/05/2019 by oiluj8

O que acontece com uma planta quando a podamos?

Parece óbvio, mas ela cresce novamente.

Esse é o poder que nós humanos temos sobre as coisas, nenhum, não importa o quanto tentemos controlar, a natureza sempre estará lá para nos mostrar que estamos errados.


Mas você pode escolher continuar pensando que controla algo e negar a realidade, é um direito seu permanecer na ilusão, só não tente levar outros para o mesmo caminho. Deixe que cada um siga o próprio.

A ironia nisso, é que até nessas horas tentamos ter controle sobre algo, eu tentando fazer que entendam a minha realidade e vocês ignorando e tentando me provar o contrario.

Farofa Filosófica

Ciências Humanas em debate: conteúdo para descascar abacaxis...

Uma Família Verde

anotações da maior aventuras de todas: transformar uma família

No Rastro das Estrelas

porque o divertido mesmo é a busca.

Caminhante verde e venturas

Um delicado verde com mordidas de sonhos e sentidos.

Fragmentos do Natan

Aqui estão apenas fragmentos. Fragmente-se!

Verbo Escrever

Minha voz interior. Minhas Reflexões.

Sara Farinha

Um blogue sobre Escrita, Criatividade e a Vida de Escritor

%d blogueiros gostam disto: